ROTEIRO DE 2 DIAS EM ODDA E TROLLTUNGA

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Uma das atividades mais disputadas e procuradas na Noruega é a trilha para a incrível Trolltunga, uma “língua de pedra” cravada no meio de um fiorde. O local tem difícil acesso, mas é muito estruturado para receber visitantes aventureiros.

De todas as trilhas e caminhadas que já fizemos em viagens, esta foi, sem dúvida, a mais extrema e gratificante.

A Noruega é um país de recortes e natureza estonteantes, e merece uma visita. Seja para esportes radicais, turismo de natureza, para buscar a tão sonhada aurora boreal ou para explorar a modernidade e desenvolvimento de suas cidades.

É, sim, um país caro para visitar, mas sabendo escolher o que fazer e onde fazer tudo pode caber no bolso do viajante.


Um pouco sobre a região de Hardangerfjord:

“Nas montanhas onde sopram ventos uivantes e o gelo é azul.

Desde o fiorde em si até a geleira de Folgefonna e o rochedo icônico Trolltunga (a língua do Troll), a Região do Hardangerfjord revela a Natureza da Noruega com toda a sua exuberância. A região é também conhecida pelo espetáculo da floração das árvores de frutos na primavera.”

 A Noruega destaca-se por formações rochosas naturais que lembram plataformas e proporcionam visuais panorâmicos e oportunidades para fotografias perfeitas. Nas alturas a grande atração é a rocha Trolltunga, e a Lonely Planet destaca este local como um dos penhascos mais espetaculares da Noruega.

A vertiginosa plataforma de rocha projeta-se numa altura de cerca de 700 metros sobre o lago Ringedalsvatnet em Odda, e este é um destino popular para caminhadas e recebe visitantes de todo o mundo. Trolltunga é, apenas, um entre muitos outros lugares de exuberante beleza ao longo do Hardangerfjord.

Cobrindo uma longa área, que estende-se desde o Atlântico até o planalto de Hardangervidda , o Hardangerfjord é o quarto fiorde mais longo do mundo e o segundo mais longo da Noruega. Embora o cenário pareça selvagem e inacessível, a área conta com excelente infraestrutura com trilhas bem sinalizadas, bem como hotéis e cabanas para acomodação.

Você poderá, por exemplo, participar de uma excursão guiada com caminhada na geleira de Folgefonna ou poderá seguir uma das Rotas Turísticas Nacionais – roteiros turísticos cuidadosamente selecionados e que cobrem as áreas mais cênicas da Noruega.

Se você preferir explorar o fiorde, poderá escolher entre umas das várias ofertas de excursões ou simplesmente alugar um caiaque.

As tradições culturais são ricas nessa região. O violino de Hardanger fiddle e os bordados de Hardanger bunad de Hardanger (traje tradicional) são símbolos da Noruega e são apresentados à todos que visitam esta região.

Durante o século XIII, o cultivo de maçãs foi introduzido em Hardanger por monges ingleses e, atualmente, 40% de todos os frutos produzidos na Noruega são oriundos de pomares nos arredores do Hardangerfjord. Hoje, o produto mais conhecido no local é a popular cidra de Hardanger, um espumante de maçãs. A carne de veado, de rena, de carneiro, bem como o pescado integram a rica lista de especialidades da culinária local.

Fonte

Confira a revista oficial desta região no link.


Para você conhecer toda a aventura pela Noruega confira nosso post completo:

Roteiro Completo pela Noruega: Road trip de Stavanger à Bergen.

Primeiro dia: estrada Stavanger para Odda

Antes de seguirmos para Odda, cidade base da trilha, estávamos em Stavanger, outra grande cidade da Noruega, hoje capital do petróleo neste país. Confira detalhes sobre o roteiro de 2 dias acessando o post.

Quando nossa trilha para Pulpit Rock se encerrou, dirigimos em direção à Odda.

Levamos mais ou menos 4 horas para sair da região de Stavanger para a região de Hardangerfjord, local onde encontra-se Odda.

Trajeto Pulpit Rock – Odda

“Subimos” o mapa da Noruega, passamos por paisagens lindas, estradas estreitas e percursos bem complicados de dirigir (quando não conhecemos o país a atenção tem que ser redobrada e as estradas por lá oscilavam entre muito estreitas ou rodovias largas, porém todas muito bem sinalizadas e estruturadas).

Chegamos em Odda já bem tarde, por volta das 21h/22h e nosso objetivo era um só, descansar, porque no dia seguinte iríamos encarar mais uma trilha e essa seria nível hard total!

Segundo dia: Odda e Trolltunga

Para o segundo dia nesta região, muita a aventura nos esperava!

Acordamos bem cedo, por volta das 6h30, e seguimos de carro até a entrada do Trolltunga. Até lá foram mais ou menos 30 minutos.

Amanhecer em Odda

Trajeto Odda – Trolltunga

As 8h30 já estávamos subindo a trilha e começando a sentir o nível hard desse hiking.

Os primeiros 4,3 km são de subida e muito esforço, portanto, na minha opinião, o trajeto mais difícil desta trilha. De cara você já encontra uma subida cheia de obstáculos e muita dificuldade.

Início da tilha – placas indicativas por todo o percurso

Trilha para Trolltunga

No início você vai sentir-se bem fatigado e cansado, pois a primeira parte é bem tensa. Mas aguente firme, pois o final desta história tem uma espetacular vista para o fiorde!

A parte mais íngreme da primeira etapa é até o 1,7 km, depois até o trecho 4,3 km também continua subindo, porém com “mais facilidade”.

Em cada trecho você vai encontrando placas com a quilometragem que percorreu e pedras com marcações (a letra T em vermelho) para que você não sai da trilha.

No decorrer do percurso várias são as sensações, os pensamentos e as paisagens. Vai oscilando da empolgação inicial, passa pelo cansaço permanente, migra o tempo todo para a vontade de chegar logo no destino e se apoia todo o tempo na contemplação dos milhares de pontos MARAVILHOSOS que existem neste trajeto.

Trilha para Trolltunga

Trilha para Trolltunga

Trilha para Trolltunga

Cenários da trilha para Trolltunga

Trolltunga – O cenário é espetacular

Trolltunga – Fila para tirar fotos na ponta da pedra

Trolltunga – O cenário é espetacular

São 11 km de ida até a pedra que parece uma língua, por isso o nome de Trolltunga (língua de troll – trolls são seres lendários da mitologia nórdica), e obviamente, 11 km para voltar. A média para este percurso total são 10 a 12 horas. Nó fizemos todo o percurso em 12 horas (como disse saímos as 8h30 e as 20h, mais ou menos, estávamos no estacionamento da entrada do parque).


Informações sobre a trilha até o Trolltunga:

Temporada/Estações

Dependendo da neve e das condições do tempo vai variar de ano para ano.

 15/06 – 15/09: temporada recomendada

16/09 – 15/10: recomendado com guia

16/10 – 18/03: NÃO recomendado, alto perigo

19/03 – 14/06: recomendado com guia (sapatos de neve / esquies)

Sobre a trilha no Trolltunga

  • A trilha começa em Skjeggedal, 7km de Tyssedal;
  • Esta é uma caminhada exigente, 23 km no total, mínimo de 10 a 12 horas. Altura aproximada de 900 metros;
  • O início tem 400 metros de altura (trecho íngreme);
  • Comece bem cedo pela manhã;
  • O tempo nas montanhas mais altas pode mudar rápido, por isso confira a previsão do tempo antes de começar. Não faça a trilha em dias de muita chuva ou muita neblina;
  • É sempre mais frio nas montanhas do que embaixo do fiorde;
  • Não existe rede de internet na maior parte da trilha;
  • Leve uma barraca se você quer passar a noite no local;
  • Um trilha alternativa para o Trolltunga: uma bike guiada,  uma caminhada e uma escalada pela via ferrata até o Trolltunga (trolltunga-active.com).

Leve com você na trilha

  • Botas de montanha resistentes, roupas quentes e de chuva, muita comida e bebida, uma tocha e um simples kit de primeiros socorros;
  • Leve embora todo o lixo que produzir.

Todo ano existem muitas buscas e operações de salvamentos para hikers em sérios problemas. Prepare-se bem, seja responsável e seja um hiker seguro!

Transporte público

Stavanger: Nor-way bussekspress ou The Trolltunga-Preikestolen express (veja mais na imagem abaixo)

Preikestolen: o Trolltunga-Preikestolen express (veja mais na imagem abaixo) (www.tide.no)

Bergen: ônibus rota 930 (www.skyss.no)

Oslo: o ônibus Haukeliekspressen (www.nor-way.no) ou o trem Oslo – Voss, e o ônibus de Voss (www.nsb.no)

Voss: ônibus  da rota 990 (www.skyss.no)

Para Skjeggdal

Com carro privado: estacionamento em Skjeggdal (200 NOK valor da diária) e no Tyssohallen (100 NOK/dia);

De ônibus: ônibus rota 990 para Tyssedal partindo do norte e ônibus locais partindo de Odda para Tyssohallen e rota 995 (veja mais na imagem abaixo)

De Trolltunga Shuttle (maxi taxi ou taxi): Odda taxi tel (+47) 53 64 14 44


Foi, sem dúvida, uma das atividades de turismo mais cansativas e gratificantes que já fiz até hoje. E tudo valeu a pena!

Quando finalizamos o percurso, voltamos ao carro, lavamos nossos tênis, que estavam imundos de lama (aliás uma bela dica, vá com roupas escuras para que você não tenha problemas depois com lavagem) e então seguimos o Airbnb que reservamos.

Durante todo o percurso comemos os sanduíches que levamos, bebemos a água que levamos e quando ele acabou usamos das fontes naturais do local e o dia inteiro nos hidratamos e nos alimentamos continuamente.

Finalizamos o dia com um belo banho e muito descanso merecido. As pernas já estavam bambas, mas a alma estava feliz!

Confira, também, os demais posts sobre nossas rotas na Noruega:

Roteiro de 2 dias em Stavanger e Pulpit Rock

Roteiro Completo pela Noruega – Road trip de Stavanger à Bergen

Roteiro de 2 dias em Oslo


Links Importantes:

Revista Oficial da Região de Hardangerfjord

Aplicativos sobre a Noruega

Norway Active Turismo

National Transport Service Info

Weather and Road Conditions  (condições climáticas e das estradas)

Site Oficial de Ônibus

Site Trolltunga Active

Site Oficial do Turismo de Hardangerfjord

Tide – Transportes na Noruega

Site Oficial do Turismo de Odda

Agência de Turismo na Noruega

Rotas de carros pela Noruega

Tours na Noruega


Faça suas reservas clicando nos links dos nossos parceiros. Você nos ajuda a cobrir os custos do blog SEM GASTAR NADA A MAIS POR ISSO, já que receberemos parte da comissão desses afiliados. Todos ganham! 

Reserve seu hotel pelo Booking ou Decolar

Alugue seu carro com a RentalcarsRentcars ou Decolar

Compre sua passagem aérea com o Voopter, Azul, Latam ou Decolar

Adquira seu seguro viagem com a Mondial Seguros ou Decolar

Adquira seu chip internacional com a Travel Mobile

Faça seu roteiro personalizado com nossa consultoria

Saiba mais em: Contato SOUL Viajero

CONFIRA OUTROS POSTS

PORTO DE GALINHAS – O PARAÍSO PERNAMBUCANO Situado no litoral sul do estado de  Pernambuco, Ipojuca abriga Porto de Galinhas, eleita por várias vezes a melhor praia do país. Cenários paradis...
ROTEIRO DE 3 DIAS EM QUIOTO E NARA Kinkakuji Temple ( The Golden Pavilion) Se eu incluísse um ranking dos locais que visitei no Japão e que mais gostei, com certeza, no topo da list...
ROTEIRO DE BATE-VOLTA À FORTE DEI MARMI Essa visita a outra praia da Toscana (veja post da primeira visita à uma praia na Toscana) não foi propriamente dita uma escolha natural. Foi uma ...
ROTEIRO EM QUITO – A CIDADE NO “MEIO D... Localizada bem no "meio do mundo", Quito possui uma ampla variedade de atrações que agradam ao turista. Rodeada por vulcões e a 2.800 metros de al...
CompartilheShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

FORMULÁRIO DE CONTATO/CONTACT FORM

Fields marked with an * are required

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *